Aldard - A Sexta Era

Episódio 50

Tentáculos e Entebates

Yato e sua nova companheira drow entram em um acordo: ela o guiará por entre as montanhas de volta à civilização desde que ele a ajude a encontrar uma suposta forja do outro lado dos caminhos selados que davam acesso ao reino drow. Caminham durante dias por terrenos nevados e num desses dias enfrentam um bando de dragonetes errantes, os quais acabam mortos facilmente pelo mercenário. Dias depois, encontram uma passagem subterrânea onde a drow afirma já se tratar de território desconhecido para ela, uma vez que ela nunca esteve dentro das cavernas que estão fora dos limites do próprio reino. Adentrando mais profundamente pelos túneis, os dois são surpreendidos por monstros-lesma-tentaculosos, e dessa vez com alguma dificuldade, ambos conseguem superá-los. E assim, a viagem pelas galerias desconhecidas sob as montanhas prossegue com os dois ainda feridos do combate.
*
Após uma tentativa frustrada de roubo qualificado a uma loja de joias magicamente protegida, Baldur e Zuko retornam ao navio de onde eles e o restante do grupo partem para retomar as buscas pelas lendárias espadas dos antigos paladinos. Adentrando mais e mais pelo Grande Leste Vermelho, o grupo de aventureiros conta com a ajuda de Naylay e seu sensor mágico para detectar os perigos que poderiam enfrentar no caminho à frente. Os únicos problemas reais que enfrentaram, no entanto, foram o clima cada vez mais hostil do deserto à medida que se avançava para seu interior e a dificuldade para ativar a relíquia mais uma vez. No entanto, após a oráculo sofrer um fiasco e esta explodir energia mágica em seu rosto, o bardo consegue relembrar o curso intensivo de 5 semanas em wordcasting dado pela criatura-planta e consegue fazer com que o artefato ative seus poderes de proteção e eles atravessem em segurança as areias e céu inóspitos do interior do Grande Leste Vermelho sem maiores problemas. Ao finalmente superarem a porção de clima hostil do deserto, eles encontram construções em ruínas habitadas por uma raça de homens-escorpião, que fogem ao primeiro sinal de sua aparição. Reunidos junto a uma construção que antecede uma grande pirâmide, o que parece ser o líder deles conversa com os recém-chegados aventureiros. Estes exigem que o líder dos escorpiões lhes dê passagem para a construção e a pirâmide, tentando explicar-lhe a situação em que se encontram suas terras e o que vem ocorrendo com o mundo e suas divindades. Ainda relutante, o chefe dos escorpiões pede que aguardem a decisão da tribo sobre suas demandas, afirmando que esta sairá em pelo menos um dia.

Comments

anatnasoicram

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.