Continentes

O Continente Central
Untitled_Page_2.jpg
Possui a maior parte da população humana de Aldard. Está dividido em três grandes regiões: Alderan a leste, Os Mil Reinos a oeste e entre ambas o Grande Leste Vermelho, o maior deserto do mundo. Entre este e os Mil Reinos, ergue-se a Cordilheira de Ferro, um maciço montanhoso rico em minérios e bastante explorado por comunidades de anões. E a leste, seus limites com Alderan se resumem ao Istmo de Pedra, o início de outra cadeia montanhosa que percorre toda a região oeste da região, a Cordilheira de Azamat. No centro-sul dos Mil Reinos encontra-se a maior das cidades conhecidas: Mitwelt, o Centro do Mundo. Este também é o continente mais densamente povoado e mais politicamente dividido de todos, especialmente em sua porção oeste. Estima-se que haja mais reinos humanos nesta região do continente do que em todos os outros continentes juntos.

O Continente Norte
Untitled_Page_1.jpg
Trata-se de um paraíso de clima artificialmente temperado e um inferno gélido ao mesmo tempo. Graças ao poder de seu governante – um dragão vermelho grande ancião – as terras ao sul do continente podem se manter intocadas pelo frio, e assim prosperam discretas cidades humanas, élficas e gnômicas. Possui ricos recursos naturais e uma misteriosa aura mágica que, segundo dizem, facilita o uso de magia arcana. Por esse motivo, e também pelo incentivo dado pelo dragão e seus subalternos, esse é o continente onde há a maior quantidade de usuários de magia por habitante; mais de dois terços da população possui alguma capacidade de conjuração.

O continente Sul
Untitled_Page_5.jpg
A colonização humana começou há apenas alguns séculos, mas já existem alguns reinos próprios ao norte do continente, dominado ao sul por uma imensa massa de montanhas e vulcões onde se diz estar o maior reino anão do mundo; a oeste pela Floresta de Dehanju, governada por uma poderosa dríade; e a leste pela Floresta de Kharya, um território ainda livre mas com algumas comunidades de criaturas inteligentes, como catfolk e centauros. Dizem ser esse o único lugar de Aldard onde é possível obter minerais extremamente raros, como o tório e a arcanita, bem como ervas tão raras quanto esses minérios e animais domesticáveis exóticos. As poucas cidades humanas prosperam rapidamente com o comércio desses artigos mas também sofrem constantemente com ataques de piratas e monstros marinhos na costa norte do continente.

O Continente Leste
Untitled_Page_4.jpg
Tomado em sua maioria por florestas subtropicais e temperadas, é o lar da maior parte da população élfica de Aldard. Vastos e pouco povoados reinos de elfos se espalham entre as árvores, rios, planícies e montanhas do continente, e não raro também se integram com comunidades de outras criaturas. As relações entre esses reinos e comunidades costuma ser pacífica, salvo em raríssimos casos. Apesar de isolados, os elfos do Continente Sul mantêm o costume élfico de viajar pelo mundo, quase sempre levando-os à cidade de Tynor, construída sobre o istmo de mesmo nome, que demarca o início e o fim da jornada de cada viajante – ou, como costumam dizer eles mesmos, o início e o fim do mundo.

O Continente Oeste
Untitled_Page_3.jpg
O continente mais selvagem de todos, pouquíssimo explorado por humanos e dominado por raças tribais em constante guerra umas com as outras. Sua região central é formada por uma grande floresta ao redor de um caudaloso rio, ambos de nome desconhecido, enquanto ao redor existem imensas planícies e savanas. Há poucas montanhas no continente, e as populações existentes em sua maioria não sabem manufaturar metais. Entre as várias raças que dominam o Continente Oeste, destacam-se as centenas de tribos orcs, hobgoblins e do chamado povo-fera, que possuem um parentesco distante com os pacíficos catfolk dos outros continentes. Por vezes, navios visitam o continente para comerciar desde especiarias até escravos. Os nativos são ávidos por esse tipo de comércio, principalmente quando os navios trazem armas e armaduras de metal, e estão dispostos a negociar qualquer coisa para tê-las em sua posse.

Continentes

Aldard - A Sexta Era anatnasoicram